Estadual 2019



Lateral e capitã Nath Pitbull recebe troféu de representantes da Faf. Foto: Rui Costa/3B da Amazônia

Primeira conquista

As Feras da Amazônia entraram para história do futebol feminino baré, ao conquistar o Campeonato Amazonense de futebol 2019, e parar uma sequencia de 8 anos de títulos do arquirrival Iranduba. As meninas do time da Leonardo Malcher também conquistaram o Torneio Início e deram fim a um reinado e garantiram vaga na Série A2 do Campeonato Brasileiro de 2020, portanto a saga ao acesso à elite continua.

A estreia com goleada por 5 a 1 sobre as debutantes da Liga Itacoatiarense foi prova que os trabalhos no Centro de Excelência prosseguiram com total seriedade. A trilha pelo título se iniciava em tarde inspirada da centroavante Joelma que foi as redes duas vezes, Nath Pitbull, Gabi e Paulinha também deixaram suas marcas.

Maiores goleadas da história 

O primeiro clássico diante o Iranduba terminou em revés por 3 a 1 para as rivais, a partir dali o elenco fechou um compromisso de reverter o quadro no certame. Diante do Nacional, o 3B da Amazônia não tomou conhecimento e aplicou 5 a 0, reencontrou os caminhos das vitórias e se redimiu na competição.

Três massacres entraram para história do futebol baré, 14 a 1 sobre o Rio Negro, 31 a 0 sobre o Tarumã e 20 a 0 sobre o Clípper.  Na semifinal um novo encontro com o Nacional terminou 4 a 0 para as Feras da Amazônia, destaque para Carol deixou sua dobradinha, Gabi e Hilary também balançaram os cordéis.

O tira-teima

A decisão contou com todos os ingredientes de uma grande rivalidade, dentro de campo sete punições com cartões amarelos e uma expulsão, em fim as Feras da Amazônia não queriam perder o segundo jogo para as rivais na competição, portanto, não faltou o ‘coração no bico da chuteira’, amor e paixão, como está escrito nas cores do 3B.

A meia-atacante Joelma escreveu o seu nome na história do 3B, pois aos 12 abriu o placar para as Feras da Amazônia e aos 4 do segundo cuidou de ampliar para 2 a 0, eliminando qualquer poder de reação das experientes rivais. Elisa ainda diminuiu aos 12, mas um time seguro e equilibrado liderado pelo comandante Sidnei Bento soube trabalhar a bola, com autonomia dominou o campo do adversário impossibilitando o empate, Deise ainda matou jogo aos 49 correndo para o delírio da torcida. Quebrando a hegemonia de 10 anos do maior rival.

Campanha do título

1ª Fase
3B da Amazônia 5x1 Liga Itacoatiarense
Iranduba 3x1 3B da Amazônia
3B da Amazônia 5x0 Nacional
Rio Negro 1x14 3B da Amazônia
3B da Amazônia 31x0 Tarumã
Clípper 0x20 3B da Amazônia

Semifinal
3B da Amazônia 4x0 Nacional

Decisão
Ficha Técnica
Iranduba 1x3 3B da Amazônia
Local: Colina; Árbitro: Weden Cardoso;
Gols: Joelma 12 do 1º: Joelma 4, Elisa 12 e Deise 49 do 2º;
Cartões amarelos: Nath Pitbull, Hilary e Gabi; Flávia Cardoso, Djeni, Victória Cabral e
Amanda Brunner
Expulsão: Gisele
Iranduba: Alice; Sinara, Jack (Thamires), Flávia Cardoso e Gisele; Victória Cabral e Djeni; Amanda Brunner (Thainara) e Adyla (Marília); Elisa e Ana Paula;
Técnico: João Carlos Cavalo
3B da Amazônia: Sol; Nath Pitbull, Camila, Bruna Rechi e Hilary; Bruna Natieli, Dayana, Patrícia (Deise) e Gabi Portillo; Paulinha (Carol) e Joelma
Técnico: Sidnei Bento

Artilharia

15 gols Paulinha (3B da Amazônia); 14 gols Elisa Lopes (Iranduba); 13 gols Maria Patricia (3B da Amazônia); 12 gols Djeni (Iranduba); 11 gols Darliene e Fabíola (Itacoatiarense); 10 gols Gabi 
Portilho e Joelma (3B da Amazônia); 9 gols Carol (3B da Amazônia); 8 gols Karen (Nacional); 7 gols Franciele (3B da Amazônia), Márcia Soares (Rio Negro) e Bárbara (Nacional); 5 gols Camila (3B da Amazônia), Marcelane (Nacional), Amanda Brunner e Marília (Iranduba); 4 gols Izana (Clípper) e Vaneza (Rio Negro); 3 gols Deise, Hillary e Nath Pitbull (3B da Amazônia), Ketlen (Clípper), Laura (Iranduba), Keliane, Marta e Rosiane (Itacoatiarense); 2 gols Júlia Beatriz e Sinara (Iranduba), Luciana (Itacoatiarense), Albenize, Maria da Conceição, Raíssa Vitória (Nacional); 1 gol Bruna Natieli, Bruna Roberta e Suelane (3B da Amazônia); Rafaela e Rhayany (Clípper): Adyla, Ana Paula, Gisele, Taianara e Yasmin (Iranduba), Ivana e Josilene (Itacoatiarense), Aline, Amanda, Daiane, Francinilda, Giovanna, Jeocilene e Joseane (Nacional), Criselen , Doriele e Tasnaia (Rio Negro)

Artilharia negativa 

1 gol Arialba (Tarumã), Laura (Iranduba) e Nilva (Nacional)

Por João Paulo Oliveira/3B da Amazônia

 

 

 

PATROCINADORES

 

2020 - © 3B da Amazônia. Todos os Direitos Reservados!

Please publish modules in offcanvas position.